Você está aqui

Pastor que ficou preso na Turquia quer voltar ao país para “mostrar o amor de Deus”

Abas primárias

Enviado por PerfeitoLouvor em sex, 08/02/2019 - 10:14

Depois de ficar preso por dois anos, o pastor Andrew Brunson espera voltar à Turquia. Ele participou de uma reunião no Senado dos Estados Unidos, onde agradeceu a Comissão Sobre Liberdade Religiosa Internacional por seu trabalho incansável para garantir a sua libertação.

“Acho que haverá mais dificuldade para a igreja na Turquia”, explicou o pastor. “Há mais restrições agora. Um grande número de missionários foram deportados do país. Isso acabou causando um efeito negativo na Igreja turca. Muito do que a mídia [turca] divulgou sobre mim, que foi incentivado pelo governo, pintava um quadro muito negativo dos cristãos, dizendo, por exemplo, que eu sou um terrorista ou que os cristãos apoiam grupos terroristas e queremos dividir o país”, acrescentou Brunson.

Sua esposa, Noreen, também agradeceu o esforço do governo americano pela libertação do esposo. “Estamos cientes de que nem todas as histórias terminam da mesma forma que as nossas, então nós temos que dar glória a Deus”, declarou.

O pastor ressaltou que, na verdade, os cristãos turcos estão orando por sua nação e desejam ser uma bênção para seu país. “Eu tenho muitos amigos cristãos que estão na prisão na Turquia e que não deveriam estar lá. Muitas famílias foram destruídas”, denunciou.

Apesar de sua provação, Brunson afirma que ama o povo turco e que Deus os enviou àquela nação há 25 anos. “Se pudéssemos voltaríamos”, disse ele. “Gostaríamos de voltar, amamos as pessoas e acreditamos que Deus ama as pessoas de lá. Queremos mostrar o amor de Deus para elas. … Algum dia esperamos que as condições sejam adequadas para que voltemos”, concluiu.

Fonte: Gospel Prime